• (19) 99933-0709 Luzé
  • (19) 999699-5144 Guss

CERVEJARIA

Artesanal

A Guss Bier, é uma nano cervejaria artesanal. Com estilo próprio, as cervejas são elaboradas artesanalmente através de processos inovadores e ultilizando somente ingredientesde alta qualidade, garantindo assim, receitas originais e uma experiência sensorial incrivel.

O que é cerveja artesanal ?

Temos o costume de dizer que CERVEJA é toda bebida fermentada a partir de cereais, mas no Brasil por força de lei, Cerveja é uma bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto cervejeiro, oriundo de maltes, água potável, fermentada com adição de lúpulos, detalhadas na lei federal n° 8.918/94, regulamentada no decreto 2.314/97.
Porem permite o uso de cereais não maltados, tais como milho e arroz .
Já as cervejas artesanal seguem a lei Alemã de pureza, onde é permitida somente quatro ingredientes: MALTE - AGUA  -  FERMENTO – LÚPULO.

MALTE

É o grão da cevada MALTADA.
Maltação é o processo consiste em iniciar o processo de germinação dos grãos dos cereais ( cevada ).
Eles são umedecidos, e assim que o processo inicia, são secos e torrados.
Essa etapa que surge a diferenciação entre os diversos grãos. A escolha do tipo de malte que definirá os aromas e sabores advindos do malte e principalmente a cor da cerveja. Um malte mais torrado, deixará a cerveja mais escura, enquanto um malte menos torrado, deixará a cerveja mais clara.

Aromas e Sabore dos ingredientes da cerveja.

Cereal, chocolate, café, doce, caramelo.

ÁGUA

Ela consiste 90% da cerveja.

A água cervejeira deve ser livre de impurezas, filtrada, sem cloro, sabor e cheiro. Aqui merece um comentário sobre aquela lenda até hoje propagada: a de que tal cerveja é melhor que outra pela pureza da água com que é feita. Isso não é nem de longe verdade, visto que atualmente, com pequenos custos, é possível tratarmos as águas de forma a deixá-las da maneira como queremos, seja retirando o cloro, sólidos indesejáveis ou ajustando os sais.

LÚPULO

Podemosdizer que o lúpulo é “tempero” principal da cerveja. Ele é responsável primariamente pelo amargor característico da cerveja, bem como ajuda a incrementar o aroma e o sabor.

O lúpulo também é um conservante natural e inibe a proliferação de algumas bactérias inimigas da cerveja.

Aromas e Sabore dos ingredientes da cerveja.

Floral, Cítrico, herbal., condimentos.

FERMENTO

O fermento (ou levedura) é outro dos principais ingredientes da cerveja. É o fermento que vai determinar o tipo e os sabores da cerveja. São microorganismos que consomem os açúcares presentes no mosto e liberam álcool e gás carbônico. Neste processo os sabores da cerveja são incrementados.

Aromas e Sabore dos ingredientes da cerveja.

Frutado, condimentos, álcool.

TIPOS DE CERVEJA

LAGERS

AsLagerssão as cervejas mais consumidas no mundo, responsáveis por exemplo por mais de 99% das vendas de cerveja do Brasil.
Originarias da Europa Central no século 14, são cervejas de baixa fermentação ou fermentação a frio (de 6 a 12ºC), com graduação alcoólica geralmente entre 4 e 5%. Tem entre seus tipos mais conhecidos a Pilsener, tipo de cerveja originariamente criada no século 19 na cidade de Pilsen, região da Boêmia da República Tcheca, e que por isso muitas vezes é chamada de Pilsenou Pilsao invés de Pilsener.

ALES

Oque a difere das Lageré o tipo de fermentação, que é feita em temperaturas mais altas, geralmente entre 15 e 24ºC. É um processo antigo de fabricação, o que fez com que as cervejas do tipo Ale fossem as únicas disponíveis até meados do século XIX, quando foi inventada a baixa fermentação (Lager).

Dada essa “antigüidade”, aliada principalmente à fermentação a quente, os sabores complexos, maltados e lupuladosdas cervejas Ale são incomparavelmente mais perceptíveis, sendo cervejas mais encorpadas e vigorosas.

Abreviações que devemos saber:

OG, FG, SRM, IBU e ABV.

OG: Original Gravity, ou gravidade original. É a medida das substâncias fermentáveis e não fermentáveis do mosto cervejeiro antes da fermentação.

FG: FinalGravity, ou gravidade final. É a medida das substâncias não fermentáveis, só que tomada após a fermentação. O comparativo entre as duas medidas, efetuado por instrumentos e com a ajuda de cálculos matemáticos, determina a potência alcoólica da cerveja.

ABV: AlcoholbyVolume, ou álcool por volume. É a medida de álcool na cerveja. De maneira geral, são classificadas como cervejas de baixo teor alcoólico as que variam entre 0,5 – 2,0%. De médio teor entre 2,0 – 4,5%. Cervejas acima de 4,5% são consideradas de alto teor alcoólico.

SRM: Standard ReferenceMethod, que é uma escala usada nos Estados Unidos para determinar a coloração da cerveja.

IBUs: É abreviação de International Bitter Unitse trata-se de uma medida para averiguar quão amarga é uma cerveja. Entre 10 e 15 IBU são pouco amargas. Com aproximadamente 35 IBU, existe um agradável realce do lúpulo. Acima de 40 IBU é uma cerveja forte, bem lupulada(bem amarga). Ultrapassando os 60 IBU, é uma cerveja superlupuladae muito amarga.

 

Como limpar o paladar entre cada cerveja?

Para quem deseja degustar várias cervejas em uma mesma sessão,  e ter uma experiências sensoriais incríveis, há alguns truques que podem ser utilizados para limpar o paladar entre uma cerveja e outra, a fim de que os gostos não se misturem e se possa efetuar uma avaliação com o máximo nível de precisão.

A principal “limpadora” é a água, a qual deve ser servida à temperatura ambiente e em um copo limpo. Além de tirar da boca a maioria dos sabores da cerveja anterior, é um importante coadjuvante do degustador à medida que também hidrata o organismo.

 

Hospedado e Desenvolvido por Hostnet Piracicaba

WhatsApp chat